Capítulo 081

‎”Hoje a lua voltou a sorrir, mas você já não está ao meu lado para celebrar.

Comprei lírios pra tentar curar a falta de ar que você deixou ao sair pra não voltar.
Tirei dois copos d’água e uma folha de louro da lentilha do dia 31 de dezembro pra não sobrar.
Quebrei sua caneca preferida do Flamengo para não me fazer lembrar.

De tudo aquilo que passamos juntos e você deixou pra trás, sem explicar.”

– texto feito em homenagem a mulher que, há 6 meses, me vende flores toda semana e o marido saiu de casa, no dia de ano novo, sem nem ao menos acenar.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Sem-categoria

Uma resposta para “Capítulo 081

  1. Ale Canatella

    Kaue lindíssimo! Mesmo no drama da ausência do rompimento sem o fio da despedida, aquele aceno que pode dar um motivo. O drama urbano nos espreita…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s