Arquivo da categoria: 300+

300 e alguns dias em textos

Capítulo 078

Hoje lembrei
das luzes que iluminavam os sonhos
de todos os tão distantes e futuros planos
que ficaram em um lugar que não mais sei.

Hoje lembrei que não.
Sendo que tudo já fora tanto escrito como relido,
repensado, sacramentado…
deu de entender até o coração.

Hoje lembrei que não lembrei de você
e tudo se fez razão
até o mais longínquo pensamento, então
me fez, de corpo e alma, esquecer, relembrar e aprender.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em 300+, cunho-pessoal

Capítulo 076

Ao acordar,
olhei-me no espelho com os mesmos olhos de sempre.

Os olhos não mudam. O que se vê, sim.

Ao descer pelo elevador,
olhei-me no espelho com a esperança de ver algo além.

O que se viu não mudou. Continuou.

O que se viu são apenas conclusões
do que se espera apenas ver. E perceber.

1 comentário

Arquivado em 300+

Capítulo 075

Olhei em frente e mirei, como uma ave sedenta por sua sobrevivência.
Deixei de lado a conveniência. Quase que sem prudência.
Apenas apontei e segui. E continuo.

Por um lado, isso. Por outro, aquilo.
E por todos pairam o real ideal: meu.

Não que seja intencional, creio.
E qualquer brisa lembra do que já deu…

E fui. E foi. Como idas e vindas.
Sou e serei, sempre, das minhas conquistas.

E se por algum acaso hoje sinto-me assim,
Nada disso foi traçado ou vivido só por mim.

Mas das escolhas e renúncias, fiz as minhas.

Deixe um comentário

Arquivado em 300+

Capítulo 074

Esquecimento é de Passado

O que se esquece é o que fica no Passado
Passado do que aconteceu antes do Presente
E que não volta para acontecer.

Pois do Passado não se tira nada
Já que lembranças são constantes, ressonantes.
E as são apenas por aquilo ter Passado.

Passou no Passado. Passado antes do Presente.

E o Presente trouxe a lembrança do sonho do Passado
E a visão do sonho pro Futuro.

Mesmo que, por vezes, o Passado tenha sentido…

1 comentário

Arquivado em 300+

Capítulo 064

E quando não há inspiração?
Qual a causa?
Terá razão?

Os dias passam sem perceber-se
nem os detalhes
nem os olhares
nem os lugares.

As pessoas passam desapercebidas
dos detalhes
dos olhares
dos lugares.

Mesmo a canção
– que aflorava emoção –
agora toca em vão.

Deixe um comentário

Arquivado em 300+

Capítulo 063

O mesmo cenário de todas as vezes:
o sofá, a estante em 4 partes, as almofadas e a vontade.
A TV lá ligada, e eu hipnotizado.
A olhar sem nem piscar sem nem olhar pro lado.

Me concentro na imagem sem muito bem ler o diálogo.

O ambiente enche-se de sua risada.
Qualquer atitude aqui é arriscada.

E eu concentrado e a TV lá ligada,
E quis assim, correr,
a ter de olhar
olhar para o seu lado
e querer dizer nada.

Deixe um comentário

Arquivado em 300+

Capitulo 062

Há diferença entre a cegueira
e os que não querem enxergar.

É isso é claro.

Enquanto o cego adapta-se ao mundo
Quem com os olhos vê prefere fechar-se.
E não só os olhos, veja só:

Mas também os pensamentos.
E as emoções, e o coração.

Deixe um comentário

Arquivado em 300+